Carta aberta ao governador Sergio Cabral.

Excelentíssimo senhor governador do estado do Rio de Janeiro, Sergio Cabral Filho.

Diante das suas últimas declarações, venho por meio desta, demonstrar minha indignação.
Respondendo a pergunta que o senhor fez em seu discurso, eu não tenho, nem nunca tive uma namoradinha que precisou fazer aborto. E sei que seu pai também não teve, já que o senhor nasceu. Então já somos dois. E não duvido nada que esse número crescerá de forma descomunal.
Acho lamentável um governante tentar minimizar um crime. Aborto é assassinato. O feto é uma criança, é um ser humano. Não há diferença nenhuma em matar uma criança no ventre da mãe ou matá-la “do lado de fora”. É uma pessoa dos dois jeitos.

Gostaria de pedir que o senhor calasse a boca e atuasse. Que antes de falar besteira faça algo pelo povo. Meu avô morreu esperando receber uma precatória do Estado. Hoje quem espera é minha mãe. Esse dinheiro resolveria TODOS os problemas da minha família. Mas o senhor só fala, fala… disse que ia pagar, que tinha o dinheiro e até agora nada. Isso no início do seu mandato, o primeiro. Já vai começar o segundo e nada. Vai continuar falando, governador? Pelo bem da população fluminense, cale a boca e trabalhe.

E só uma coisa. A “recuperação” do território do Complexo do Alemão não foi mérito, foi obrigação. Assim como é obrigação conter a onda de violência que cresceu vertiginosamente nas cidades vizinhas à capital do Estado por conta das UPP’s. Assim como é obrigação sua, pagar o que deve àqueles que deram a vida pelo bem do estado.

Eu, que não votei em você, me decepciono a cada dia com suas ações. O senhor me envergonha.

Atenciosamente,

Marcelo Rezende

Anúncios

~ por Marcelo Rezende em 16/12/2010.

4 Respostas to “Carta aberta ao governador Sergio Cabral.”

  1. Caraaaaacoles Bêps!! Mandou bem. Tomei irrrk do seu Governador desde o vídeo do menino Leandro: pelo visto, crianças (no útero ou fora dele) não são objeto da preocupação do Sérgio Cabral. Espero que pelo menos o pagamento dos precatórios venha a ser.

  2. Sabe, Biju, às vezes eu tenho vontade de manda-lo tomar no monossilábico terminado em u, mas minha educação não permite.

  3. eu mando por você amor…Que ele vá tomar no XX!

  4. nem jesus agradou a todos.
    sergio cabral, continue pelo menos combatendo a
    violencia, já é uma das maiores aceitação do povo
    que mora em favelas e todo o grande rio. votei
    em voce nos dois mandato, e ate agora ainda não estou descepcionado não. e espero não mim descepcinar.
    ariston

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: