O dia em que rezei um terço numa igreja protestante.

Ontem foi um dia incomum. Fui ao cinema com Izabella e assistimos ao blockbuster 2012. O filme em si não tem nada demais, história praticamente nenhuma. É uma esbanjação de efeitos especiais. Bem feitos, por sinal. São realmente muito bons.
Ao sairmos do cinema, no shopping em São Gonçalo, nos deparamos com uma chuva iminente. O céu estava completamente preto, belíssimo! No meio do caminho de volta a casa, onde rezariamos um terço antes de nos encaminharmos para a novena da festa de Nossa Senhora das Graças, a chuva desaba. Estávamos no ônibus, e a água do lado de fora caindo, a rua enchendo…

Descemos no nosso ponto e o único lugar acessível e coberto era uma igreja protestante. Ali nos abrigamos. Rapidamente a rua ficou completamente submersa, parecia um rio, só era possível sair de barco. Os carros não passavam mais e os ônibus andavam vagarosamente. Depois de muito tempo dentro do local, pensei na possibilidade de rezarmos ali o terço, mas achei muita afronta, pensei que poderiam levar como provocação ao nos ver e fiquei quieto.
Izabella vira pra mim e diz: “Vamos rezar o terço?” Os dois com a mesma idéia? Ao mesmo tempo? Estávamos bem na entrada, sentados num banco de concreto, e com o terço dentro da bolsa começamos a oração.

Acho que apenas um senhor percebeu, logo no início, quando fizemos o Sinal da Cruz. Ele, porém, nada disse e continuou conversando com as outras pessoas. Rezamos os Mistérios Gloriosos, talvez um dos mais “ofensivos” aos protestantes. Mas não rezamo-los de implicância, rezamos porque eram os Mistérios do dia. Cada um conduziu uma dezena alternadamente.

E estávamos os dois, bem no cantinho, sem chamar a atenção de ninguém, rezando por nossas necessidades e daquelas pessoas ali presentes. Dentro da igreja Internacional da Graça de Deus igreja Internacional do Poder de Deus, contemplando os Mistérios Gloriosos, Ressurreição e Assenção de Nosso Senhor,  o Pentecostes, Assunção e Coroação de Maria Santíssima como Rainha do Céu e da Terra… achei pertinente à ocasião. Rezamos justamente na hora que haveria o culto, que não ocorreu devido a chuva. Tudo sem querer. Será que foi providência? Não sei…

Terminamos o terço, e ainda esperamos durante muito tempo até a água baixar de tal forma que pudéssemos caminhar até a casa de Izabella. Já em casa, depois da janta, resolvemos rezar outro terço. Este segundo, foi em latim. Como não conseguimos participar da novena, rezamos também a ladainha lauretana (mariana). Recitamos os Mistérios Gozosos.

Para finalizar o dia, combinamos de antes de dormir rezarmos os Mistérios Dolorosos, completando assim o Santo Rosário. E foi dessa forma que ocorreu. Assim que entrei no ônibus para voltar a minha casa, peguei meu terço puído e rezei os mistérios da dor.

Sem sentir, rezei o Rosário. Ação que tenho vontade de fazer diariamente, mas me faltam muitas coisas. E gostei da tática, e da técnica. Combinamos de pelo menos uma vez na semana rezarmos juntos o Santo Terço, quem sabe dessa forma mais Rosários são recitados? Mais pessoas ajudadas, e mais almas aliviadas?

É o poder da oração! A arma do cristão!

E esse foi o dia em que rezei um terço numa igreja protestante…

=)

Anúncios

~ por Marcelo Rezende em 26/11/2009.

5 Respostas to “O dia em que rezei um terço numa igreja protestante.”

  1. Só tu mesmo kkkkkkkkkkkkk

  2. TENSO.rs
    Abs!

  3. Assisti 2012 com Thatá ontem! É, de longe, o filme que mais reúne clichês dos últimos tempos: pai divorciado reconquistando o amor dos filhos, pessoas escapando por um triz de mega catastrofes, patriotismo americano forçado, pessoas angustiadas por não conseguir pedir perdão. Nojento!

    Mas se liga nos insights: dessa vez não mostraram Torre Eiffel ou Big Ben caindo. Foi o Cristo. E o Vaticano (com papa e tudo)! Qdo o presidente americano tá rezando na capela da Casa Branca o que se vê ao fundo? Uma imagem de Nossa Senhora! Qdo o russo está pilotando o jumbo para a China o que aparece no painel? Um santinho com a img de Nossa Senhora! Prestes a morrer o que ele faz? O sinal da cruz!

    Sobre o terço: MUITO legal! Há tempos eu e Thatá nos propomos a rezar um terço juntos por mês (!) e não conseguimos. Me senti mais motivado a fazer o mesmo com meu amor.

    abs,
    Mattosão

  4. Que engraçado!
    Tipo de coisa que só acontece com a gente meu amor!

  5. e vamos juntos no nosso terço semanal [em latim rs.]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: