É dia de quem?

Não tenho dúvidas que se fizéssemos uma pesquisa perguntando: “12 de outubro é dia de quem?” A maioria dos pesquisados responderia: dia das crianças. E é. Mas muito mais que isso, é dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição Aparecida, Padroeira e Rainha do Brasil.
Três pescadores acharam em 1717, uma imagem de Nossa Senhora da Conceição sem a cabeça, durante uma pesca no rio Paraíba. Eles não conseguiam peixes, e depois de encontrar o corpo da imagem, pescaram a cabeça da mesma. Em seqüência, veio uma abundante quantidade de peixe.
Ao longo dos anos, os milagres concedidos pela Mãe de Deus foram multiplicando, e assim também a devoção do povo. Em 1842 iniciou-se a construção de um templo, inaugurado a 8 de dezembro de 1888. Seis anos depois, por ordem do Papa Pio X, a imagem milagrosa foi solenemente coroada, e a 29 de abril de 1908 foi concedido ao já Santuário o título de Basílica menor. Sua Santidade Pio XI proclamou Nossa Senhora Aparecida padroeira do Brasil em 16 de julho de 1930, “para promover o bem espiritual dos fiéis e aumentar cada vez mais a devoção à Imaculada Mãe de Deus.”
A Basílica atual, localizada na cidade de Aparecida, às margens do rio Paraíba, é o maior templo mariano do mundo, e a segunda maior igreja. Menor apenas que a Basílica de São Pedro, no Vaticano. O templo à Nossa Senhora teve a dedicação solene realizada pelo Papa João Paulo II a 4 de julho de 1980.
No dia em que festejamos a solenidade da Mãe do Brasil, tenhamos a pureza das crianças. Sejamos crianças que acolhem o Amor da Mãe, que recorrem a Ela nos momentos de aflição, de dor, de angústia, e também nos momentos de alegria, de felicidade. Tenhamos a mentalidade de crianças (Mc 10, 15) para receber neste que também é o dia delas, o maior presente que Nossa Mãe nos deu. Em seu dia, na sua festa, faz a questão de nos presentear com o que há de maior nesta Terra, seu Filho e Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. E com Ele vem a nossa redenção, nossa salvação, a Santa Igreja Católica e tudo mais que isso nos proporciona.

Ó Virgem a quem veneramos
com piedade enternecida
e a quem alegres chamamos
Aparecida!

Quem poderia narrar
o teu amor sempre novo
e as graças que concedeste
ao nosso povo?

Por tantas e tantas graças
bem mereces a coroa
com que a fronte te cingimos,
ó Mãe tão boa!

As agruras desta vida
sofrendo com paciência,
possamos gozar no céu
tua clemência.

 Ao Deus uno e trino glória
e todo louvor convém
só ele governa o mundo
e o céu. Amém
.*

Obrigado Mãe!

*Hino das Laudes

Anúncios

~ por Marcelo Rezende em 12/10/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: