O dia em que os Pedros fizeram-me chorar…

Sem dúvida alguma, o dia 7 de dezembro de 2008 entrou para a história do esporte brasileiro por dois motivos. O primeiro pelo fato do São Paulo ter conquistado o tricampeonato consecutivo e o sexto no total. E outro por um dos maiores clubes do Brasil e do mundo ter sido rebaixado para a série B, o Vasco, do qual sou torcedor.
Assistindo o jogo ontem pela TV, fiquei tenso como não ficava há tempos, tenso como final de campeonato. Só restava ao clube vencer sua partida e torcer por uma combinação de dois resultados em três jogos. O Vasco perdeu, e nos outros três jogos os resultados foram exatamente o oposto ao necessitado pelo gigante da colina, ou seja, série B aí vamos nós.
Quando a televisão mostrou o Pedrinho, jogador e torcedor assumido do Vasco, chorando copiosamente fiquei tocado. Os olhos marejaram, a saliva desceu seca pela garganta… Lembrei-me de oito anos atrás, quando o Vasco conquistou a Copa Mercosul em que o Juninho, outro grande jogador-torcedor, dava socos no próprio peito, na altura da cruz de malta, de frente para a torcida. Imagem esta que ficou marcada na memória dos vascaínos. Tenho certeza que o choro do Pedrinho ontem também ficará marcado para sempre em nossas lembranças.
Antes do jogo terminar eu recebi um torpedo do Pedrinho, não o jogador obviamente, mas um grande amigo. Quando vi que a mensagem era dele já esperei coisa boa, pois ele já passou por situação semelhante e não é pessoa de ficar zombando da tristeza dos outros. As lágrimas que estavam presas nos olhos com o choro do jogador, correram pelo rosto ao ler a mensagem do amigo, que me levou a uma leve reflexão.

“Não dê atenção ao que, na realidade, não tem importância alguma. Isto talvez sirva para ser menos uma coisa que te prende rumo ao céu.”

De fato, Pedrinho. O rebaixamento do Vasco foi doloroso, mas está longe de ser o fim do mundo. Quando meu pai disse que um torcedor tentou se jogar da marquise da arquibancada do estádio após o jogo eu não acreditei. Tanta coisa mais importante com que se preocupar… gente que perdeu tudo nas chuvas em Santa Catarina, morrendo nas filas dos hospitais esperando atendimento…
Aprendi que é necessário tirar do mal um bem. Se isto aconteceu com o Vasco que, nós torcedores, busquemos um bem nisso tudo. Tanta coisa mais importante para se preocupar, vou ficar lamentando o leite derramado?
Não sofro pelo Vasco, torço por ele. Sofro pelas mazelas do mundo, pelos meus pecados, minha iniquidade.

Bola pra frente, literalmente. =)

Anúncios

~ por Marcelo Rezende em 08/12/2008.

5 Respostas to “O dia em que os Pedros fizeram-me chorar…”

  1. Bom eu Sou Carlos moro em Manaus – AM , sou Vascaino de coração fiquei muito triste com o rebaixamento para serie B, mas não virei as costas como muito torcedor já vez quando seu time é rebaxado ou perde. No futebol é assim. Estarei torcendo em 2009 que o vasco volte para serie A do Brasileirão.

  2. Olá Carlos, seja bem vindo! 🙂

    É o que o Vasco mais precisa no momento, o apoio dos torcedores. Com o peso da torcida a favor, tudo fica menos difícil.

  3. Chorei. =)

  4. Aaaah! Agora achei!! heheheh

    Então, apesar de ser são paulina, adorei este texto! Pq vi algumas imagens de torcedores do Vasco emocionados…. e com certeza absoluta, se fosse o meu time, eu tbm estaria arrasada. Mas bola pre frente (literalmente!!) Ano que vem vcs dão a volta por cima!

    beijinhos!

  5. po, qdo eu vi apenas o título achei que vc tinha feito um post pra pedro e pedro bento :/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: